Adoçante ou Açúcar

Tire suas dúvidas sobre os malefícios do açúcar e do adoçante para a saúde.

Adoçante ou Açúcar na hora de adoçar o café, o suco e outras bebidas, você costuma utilizar qual deles? Durante muito tempo o adoçante foi visto como item indispensável nas dietas de emagrecimento. Mais do que isso, muitas pessoas trocaram o açúcar por adoçantes artificiais para reduzir as calorias ingeridas no dia.

Adoçante ou Açúcar

Porém, com o passar dos anos, estudos mostraram que uso do adoçante não era assim tão benéfico quanto se imaginava. Essas novas descobertas deixam muitas dúvidas: afinal, se o açúcar engorda e o adoçante faz mal, qual dos dois deve ser usado em uma dieta saudável?

Malefícios Para a Saúde

A escolha entre o açúcar e o adoçante é realmente difícil, porque ambos são prejudiciais para o nosso organismo. A maior parte dos adoçantes que encontramos no mercado é produzida em laboratório. Assim, eles contêm substâncias químicas criadas artificialmente, que podem sobrecarregar o organismo. Como não estamos preparados para metabolizar esses compostos, pode ocorrer um processo de intoxicação das células com as substâncias artificiais, o que causa visíveis prejuízos para as funções do corpo.

Então, o açúcar é a melhor opção? Na verdade, ele também é ruim para o organismo. Já que falamos das substâncias químicas contidas no adoçante, é importante mencionar que o açúcar branco que normalmente usamos em casa também está repleto de componentes artificiais que são acrescentados durante o refinamento. Além disso, o açúcar consumido em excesso é armazenado pelo organismo na forma de gordura, o que pode acarretar problemas como inflamações, diabetes e o colesterol alto.

Adoçante ou Açúcar na Dieta

Quem está preocupado com o peso precisa tomar ainda mais cuidado com o uso do açúcar e do adoçante. O açúcar, como vimos, pode acabar virando gordura. Isso acontece porque o organismo precisa de energia para funcionar. O açúcar é uma das fontes energéticas, mas quando ingerimos mais que o necessário, o corpo faz uma reserva para o futuro.

E quem pensa que o adoçante é ideal para a perda de peso está enganado. Apesar de quase não conter calorias, o adoçante artificial pode, na verdade, engordar quem o consome. Segundo dados de uma pesquisa realizada na Universidade de Purdue, a ingestão de adoçantes deito com sacarina, aspartame e acessulfame pode estar relacionada com o ganho de peso.

Durante o estudo, os pesquisadores observaram dois grupos de camundongos: um era alimentado com iogurte com adoçante; o outro consumia iogurte com açúcar. Depois de algumas semanas, o estudiosos notaram que o grupo que consumiu o iogurte com adoçante ganhou em média 20% mais peso que o outro grupo.

A explicação para esse efeito está no funcionamento do nosso organismo diante adoçante. O sabor adocicado faz com que cérebro deduza que um alimento calórico está sendo ingerido. Porém, as calorias esperadas não vêm, criando a necessidade de compensação por outros alimentos. Os ratos alimentados com adoçante acabavam comendo mais durante o dia, o que explica o ganho de peso maior que o dos ratos que comiam açúcar.

Adoçante ou Açúcar Qual Escolher?

Diante dessas informações, fica fácil notar que adoçar os alimentos é uma tarefa complicada. Por isso, o segredo da vida mais saudável está no uso moderado de adoçantes artificiais ou de açúcar. Para quem sofre com o diabetes, o adoçante é a opção possível porque não contribui para elevação da glicose. No entanto, é preciso tomar muito cuidado com uso exagerado de alimentos e bebidas com adoçante, porque eles não fazem bem para o organismo.

Atualmente, existem no mercado opções mais saudáveis, como o adoçante de estévia. Ele é feito a partir de uma planta que tem as folhas naturalmente adocicadas. O sabor e bem semelhante ao do açúcar artificial, com um leve amargo no fundo. Além dos adoçantes vendidos no mercado, é possível usar a folha seca da estévia para adoçar chás, sucos e outras receitas feitas em casa.

Quem não tem restrições médicas ao uso do açúcar pode consumi-lo em quantidades pequenas. Muitos alimentos que consumimos diariamente já contêm açúcar e, por isso, acrescentar ainda mais açúcar pode causar problemas.

A dica é tentar aproveitar o sabor natural dos alimentos, consumindo sucos, vitaminas, chás e até mesmo o cafezinho sem açúcar nem adoçante. Com o passar do tempo, o paladar se acostuma com os sabores menos doces, deixando tudo mais gostos. Se for inevitável adoçar, prefira porções pequenas de mel, melaço ou açúcar mascavo, que não são tão agressivos para a saúde quanto o açúcar refinado.